Me Morte...por Mariângela Padilha
Poemas e Histórias à Flôr da Pele
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

cura ti vo
curativo
se me sinto acuada
bato, bato, até matar
se um amigo me trai
grito, xingo, até chorar
depois faço um brinde
conhaque, limão e queijo
abraço, amasso e beijo
e é cerveja que acho
libido nas coxas, nas mãos
e nas entranhas um macho
e na cabeça feijão com arroz
por que a vida é curta
e sempre vem um depois
com um amigo é sozinho
mas com paixão é a dois
mertiolate, gaze e carinho.
Mariângela Padilha
Enviado por Mariângela Padilha em 18/03/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Me Morte). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários